Os Músculos – Ignácio de Loyola Brandão (Sobre o Conto)

Elementos da Narrativa

Resumo do conto-enredo: Certo dia, Danilo estava cuidando de sua plantação em casa quando percebeu que um tipo peculiar de arame estava crescendo em seu quintal. Após ter chamado o técnico preocupado com o seu quintal, este não soube responder a solução para o problema, mas aconselhou colher o arame devido à impossibilidade de retirar tal anomalia de seu jardim. Dessa forma, ele passou a recolher a produção, estocá-la, e distribuí-las para os moradores da cidade, fazendeiros e governo. No entanto, devido às complicações surgidas (processos abertos pelas casas vendedora de arame, impostos, atuação dos fiscais da prefeitura, baixa no preço mundial) a prefeitura proibiu a fabricação de arame. No entanto, como tal fato se configurava impossível na realidade, o arame passou a crescer indefinidamente, até chegar ao ponto de uma floresta com inseto prateados ao redor da casa. Danilo se aventurou pelo local e se fixou na região.
Interpretação:Este representa o modo como o desenvolvimento chega à vida urbana e o emaranhado de fios cria uma nova realidade, da qual não se pode escapar. Por pior que seja ela, aprendemos a conviver com o seu problema, que agora já tem também solução.
Narrador: 3° Pessoa
Tempo: Cronológico.
Espaço: Casa de Danilo e vizinhanças.
Personagens: Danilo (Protagonista), sua esposa e o técnico.

Anúncios

Um pensamento sobre “Os Músculos – Ignácio de Loyola Brandão (Sobre o Conto)

  1. fernanda disse:

    me ajudou muito!obg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: